Atualmente está em:

G.U.M Portugal

Para encontrar um revendedor, selecione seu país e idioma. Será redirecionado para o site do seu país.

  • Reino Unido
  • Bélgica
  • Alemanha
  • Dinamarca
  • Espanha
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Itália
  • Países Baixos
  • Polônia
  • Portugal
  • Suécia
Mulher apontando para seu chiclete vermelho e inchado

Gengivas inflamadas? Descubra as possíveis causas

Num estado normal e saudável, as gengivas têm uma cor rosada e uma aparência firme. Se notar que as suas gengivas estão inchadas, vermelhas ou inflamadas, pode significar o seguinte:

1. Doença da gengiva

A acumulação de placa nos dentes e na linha da gengiva pode fazer com que as gengivas fiquem irritadas e inflamadas. Se a placa bacteriana não for removida tão regularmente quanto necessário, a gengivite pode desenvolver-se.

Esta etapa, que é o primeiro estadio da doença gengival, é reversível com uma rotina completa de higiene oral. Mas, se a placa não for removida, ou se a sua remoção for incompleta, este estado pode agravar-se e conduzir à periodontite. Esta é a forma mais avançada da doença gengival e, para corrigi-la, é necessário recorrer a serviços especializados no seu dentista.

Se a periodontite não for tratada, pode acabar na perda de dentes.

Se suspeitar que pode estar a enfrentar um caso de gengivite ou periodontite, deve ver consultar o seu dentista, que saberá como proceder no seu caso particular.

Doença gengival em números:

Estima-se que, na população adulta, 3 em cada 4 indivíduos seja afetado, em algum momento da vida, por alguma forma de doença periodontal. Toda a população em geral está em risco de desenvolver gengivite, se não conseguir higienizar adequadamente os seus dentes e remover de uma forma eficaz a placa bacteriana.

Os fatores de risco incluem o tabagismo, que aumenta o risco de densenvolvimento de doença gengival até 7 vezes. Outros fatores de risco incluem o consumo de álcool, que aumenta o risco em 40%, ou o stress, que aumenta o risco em 43%. Além disso, população com mais de 40 anos e pertencer ao sexo masculino também também são fatores associados a um maior risco de desenvolvimento de doença periodontal.

Como prevenir?

Prevenir doenças gengivais é simples. Basta seguir uma rotina completa de higiene oral que combina escovagem, higiene interdentária e colutório. Além disso, também é muito importante manter um estilo de vida saudável e ir fazer visitas regulares ao seu dentista.

Lembre-se que se a sua gengiva sangrar ou se tiver gengivas inchadas, deve consultar o seu dentista ou higienista de referência.

2. Aftas:

As aftas podem surgir em qualquer zona da mucosa oral. Assim, é possível que surjam também nas gengivas, podendo conduzir á sua inflamação e sangramento. Embora as aftas acabem por desaparecer naturalmente ao final de alguns dias, recomenda-se que procure algum produto que lhe alivie a dor rapidamente e estimule a cicatrização dos tecidos. Descubra a linha GUM® AftaClear®, especificamente desenvolvida para quem sofre de aftas!

3. Ortodontia:

Ocasionalmente, as gengivas podem reagir à presença dos aparelhos ortodônticos e suportes, podendo ficar inflamadas e inchadas. Este é um problema comum em adolescentes! A correta higienização do próprio aparelho ortodôntico também pode ser um entrave. Se não for bem feita, pode dar origem à acumulação de bactérias que, posteriormente, vao provocar a inflamação das gengivas.

4. Escovagem agressiva:

O tecido gengival é muito sensível, por isso uma escovagem agressiva pode causar dor ou inflamação. Se acha que este é o seu caso, saiba mais sobre como melhorar a sua técnica de escovagem.