Atualmente está em:

G.U.M Portugal

Para encontrar um revendedor, selecione seu país e idioma. Será redirecionado para o site do seu país.

  • Reino Unido
  • Bélgica
  • Alemanha
  • Dinamarca
  • Espanha
  • Finlândia
  • França
  • Grécia
  • Itália
  • Países Baixos
  • Polônia
  • Portugal
  • Suécia
Mulher sorridente no dentista

6 Dicas Para Superar o Medo de Visitar o Dentista

Odontofobia é um medo incontrolável ou fobia da odontologia. É um medo muito comum entre as crianças, mas também afeta muitos adultos. Na verdade, é uma das principais razões pelas quais a maioria da população não vai ao dentista. Para ajudá-lo a superar a Odontofobia, a equipa GUM deixa-lhe algumas dicas:

  1. Comunique! Parece simples, mas é algo que muitas vezes esquecemos de fazer. Fale com o seu profissional de odontologia sobre os seus medos e deixe-o saber o que os está a desencadear. Talvez tenha sido um evento no passado que teve um impacto negativo. Conversar com seu profissional de odontologia sobre isso pode ajudá-lo. O seu melhor interesse é o melhor interesse deles também.
  2. Escolha um dentista com quem crie empatia: Sentir-se confortável na cadeira do dentista é essencial para superar a odontofobia. Isso significa que a empatia criada é tão importante como a sua experiência profissional. Um dentista compreensivo, atencioso relativamente aos seus medos, e capaz de comunicar em linguagem simples e direta, vai ajudá-lo a sentir-se mais confiante e a superar a sua fobia.
  3. Crie um "hábito dentário": É muito mais fácil enfrentar o medo de visitar o dentista se tiver uma rotina de higiene oral cuidadosa. Recomendamos criar um hábito de visitas duas vezes por ano. A equipa GUM sugere que planeie as suas visitas de acordo com o seu calendário profissional e pessoal, de forma a não impactar eventos importantes, e também que, após cada visita faça imediatamente a remarcação da próxima consulta.
  4. Criar uma sensação de calma e tranquilidade: Um dos maiores obstáculos no caminho para superar a Odontofobia são os nossos nervos. A falta de sono pode aumentar o nervosismo, por isso, na noite anterior à sua consulta, tente ir para a cama mais cedo do que o habitual, ou pelo menos a uma hora razoável.  Chegue alguns minutos antes do seu compromisso e traga os seus phones! Sintonize uma playlist favorita enquanto espera a sua consulta e deixe a sua mente viajar para outro lugar.
  5. Confie na tecnologia! Os avanços tecnológicos dos últimos anos abriram caminho para melhorias incríveis e evolução nas técnicas odontológicas. As chances de sentir dor hoje durante uma limpeza ou até mesmo uma intervenção mais invasiva, são muito baixas. Questione o seu dentista sobre a tecnologia que utiliza para ajudar  a gerir a dor.
  6. Sedação: Se nenhum dos pontos acima ajudar, faça algumas pesquisas sobre sedação. O seu dentista pode considerar esta opção e outras para tornar a sua visita o mais confortável possível.

 

Não se atrase, ligue para o dentista hoje.

O medo é contraproducente e age contra os seus interesses.  Esperamos que estas dicas o ajudem a dar um passo em frente para superar a odontofobia.

Para muitas pessoas, é mais fácil encontrar uma razão para não ir ao dentista do que pegar no telefone e marcar uma consulta. Mas quando a dor se instala, a procrastinação pode ser prejudicial à sua saúde oral; uma simples dor de dentes pode se transformar-se em algo muito mais sério.

Se sentir que precisa de apoio extra, entre em contato com um amigo, familiar, profissional de odontologia ou procure um grupo de apoio na sua área.